Marcadores

sábado, 25 de setembro de 2010

O MPEG

Na maior parte das sequências de vídeo, a maioria das cenas são fixas ou alteram-se muito pouco, é o que se chama a redundância temporal.

Quando só os lábios do actor se movem, quase só os pixéis da boca vão ser alterados de uma imagem para a outra. É aí que reside a diferença essencial entre o MPEG (Moving Pictures Experts Group) e o M-JPEg. Contudo, este método terá muito menos impacto numa cena de acção.

O grupo MPEG foi estabelecido em 1988 com o objectivo de desenvolver padrões internacionais de compressão, de descompressão, de tratamento e codificação de imagens animadas e de dados áudio.

Existem vários padrões MPEG :

  • o MPEG-1, desenvolvido em 1988, é um padrão para a compressão dos dados vídeos e os canais áudio associados (até 2 canais para uma escuta estéreo). Permite o armazenamento de vídeos a um débito de 1.5Mbps com uma qualidade próxima das cassetes VHS num suporte CD chamado VCD (Vídeo CD).
  • o MPEG-2, um padrão dedicado originalmente à televisão numérica (HDTV) que oferece uma qualidade elevada a um débito que pode ir até 40 Mbps, e 5 canais áudio surround. O MPEG-2 permite mais de uma identificação e uma protecção contra a pirataria. Trata-se do formato utilizado pelos DVD vídeo.
  • o MPEG-4, um padrão destinado a permitir a codificação de dados multimédia sob formas de objectos numéricas, para obter maior interactividade, o que torna o seu uso particularmente adaptado à Web e aos periféricos móveis.
  • o MPEG-7, um padrão destinado a fornecer uma representação standard dos dados áudio e visuais, para tornar possível a busca de informação em tais fluxos de dados. Este padrão é assim intitulado igualmente Multimedia Content Description Interface.
  • o MPEG-21, em elaboração, cujo objectivo é fornecer um quadro de trabalho (em inglês framework) para o conjunto dos actores do digital (produtores, consumidores,…) para estandardizar a gestão destes conteúdos, os direitos de acesso, os direitos de autor,…

O MPEG-1

A norma MPEG-1 representa cada imagem como um conjunto de blocos 16 x 16. Permite obter uma resolução :

  • 352x240 a 30 imagens por segundo NTSC
  • 352x288 a 25 imagens por segundo em PAL/SECAM



O MPEG-1 permite obter débitos de aproximadamente 1.2 Mbps (explorável num leitor de CD-ROM).

O MPEG-1 permite codificar um vídeo graças a várias técnicas :

  • Intra coded frames (Frames I, correspondente a uma codificação interna): as imagens são codificadas separadamente sem fazer referência às imagens precedentes
  • Predictive coded frames (frames P ou codificação preventiva): as imagens são descritas por diferença em relação às imagens precedentes
  • Bidirectionally predictive coded frames (Frames B): as imagens são descritas por diferença em relação à imagem precedente e à imagem seguinte
  • DC Coded frames: as imagens são descodificadas fazendo médias por bloc

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá amigos; deixem seus comentários ou alguma pergunta relacionada a eletrônica ou informática para jjsound45@hotmail.com.